Blog do casal

Ah, o amor... nos faz perder o rumo e embarcar em um sonho sem fim. Embarque nesse sonho conosco, veja o dia a dia dos preparativos do nosso casamento.


18.07.2017
O contrato de namoro

 

     Pouca gente sabe, mas antes mesmo do contrato pré-nupcial a Louise e eu (Rodrigo, muito prazer!) já tínhamos um contrato de namoro.

             

     Apesar de eu achar que eu tinha acabado de inventar esse termo, ele de fato existe. Por curiosidade resolvi dar uma olhada no Sr. Google e o tal contrato de namoro “Trata-se de um contrato que pode ser feito entre duas pessoas, independentemente de sexo. A função do contrato - uma escritura pública de namoro - é proteger os bens dos apaixonados. É preciso comparecer com o namorado(a) no cartório de notas com o documento de identificação e o contrato será redigido pelo tabelião de notas”. Ainda em relação ao assunto: “Namoro é o relacionamento entre duas pessoas sem caracterizar uma entidade familiar e, por isso, não te consequências jurídicas, não acarreta partilha de bens ou qualquer aplicação de regime de bens, fixação de alimentos ou direito sucessório”.

             

     Resumindo: é uma parada de gente moderna que tem medo de perder grana com uma possível dissolução amorosa. O que nem cabe no nosso caso, diga-se de passagem. Aqui o lema é não tenho carro, não tenho teto, segura o tcham, tcham, tcham, tcham, tcham (acho que é assim a música!). Mas o que isso tudo tem a ver com a foto do post, Rodrigo?

                  

     Bom, quando a gente começou a namorar oficialmente (02/11/14 - Sim, no dia de finados! Hahahhaha) rolou aquela conversa de direitos e deveres. A principal cláusula do nosso “contrato” é que eu poderia continuar pedalando normalmente (pedais noturnos e trilhas finais de semana). Curiosamente logo depois disso eu praticamente parei de pedalar. O grupo de pedal noturno se desfez e as trilhas dos finais de semana se resumiram a 1 ou 2 vezes ao ano. Mas isso é só uma fase ruim (que fase meus amigos! #ninguempedala), o importante é que o que foi dito está dito! Tem valor civil, religioso e jurídico.

             

     E agora todos vocês são testemunhas. Lembrem-se disso em ocasiões futuras! Quando a Louise for se reclamar: Poxa amiga, o Rodrigo foi pedalar e me deixou sozinha no domingo! É dever de vocês lembrá-la: Mas amiga, tá no contrato! Não há nada a ser feito!

             

     Conto com vocês! Abraço.

 

Moral da história: Bebam água, comam beterraba, pratiquem exercícios físicos! #winteriscoming


03.06.2017
Como eu conheci a Louise prt II

     Estreiando aqui essa parada, agora que eu tenho a senha vai rolar vários posts, mas tinha que aguardar a data de hj pra poder começar a escrever! Eu, no caso, Rodrigo, o noivo! Rsrsrs

 

Hoje, 03 de junho, é o Baile de Solenidade do Farmacêutico em Belém do Pará. E o que isso tem a ver com a história? Nada, só pra informar mesmo!

 

 

Mentira, foi como tudo começou anos atrás!

 

     Logo após o primeiro "encontro" a gente se cruzava bem pouco no laboratório, principalmente porque nossos horários não coincidiam. O telefone dela acabei pegando de uma lista de contatos afixada na parede pra repassar os dados de um paciente que estava aguardando os resultados dos seus exames (você sabe o que é o HTLV?), mas acabei nem precisando ligar, consegui resolver com outro aluno do laboratório.

     Depois disso nós assistimos umas aulas do mestrado juntos e tal, mas até aí não nos falávamos muito. Foi aí que aconteceu a tal da festa do CRF. Todos os anos o Conselho Regional de Farmácia promove o baile de solenidade dos farmacêuticos. Comida e bebida free, banda, DJ e umas formalidades lá que ninguém presta muita atenção. À intenção mesmo é rever os amigos e curtir a noite. (Ps: não iremos à festa este ano, disseram que só vai rolar as formalidades, rsrs).

     Na data do baile daquele ano eu estava em casa em pleno sábado a noite sem nada pra fazer (sábado à noite tudo pode mudar!). Ainda não tinha CRF e nem dinheiro (não que esta segunda parte tenha mudado muito), então nada de festa pra mim! Daí não sei porque motivo, razão ou circustância ou possivelmente ao alinhamento de Marte com Saturno eu resolvi mandar mensagem pra Louise perguntando se ela ia pro baile. Na verdade o conteúdo nda msg foi: "Louise me leva pro baile dos farmacêuticos kkkkkk". Acabou que ela também não iria e que a gente ficou conversando a noite toda. Sábado à noite!

 

     Daí pra frente a gente foi se falando e se conhecendo cada vez mais. Não passava pela minha cabeça que a gente fosse dar certo, mas as coisas simplesmente acontecem. E acontecem quando tem de acontecer! E hoje eu agradeço por ter acontecido e por a gente estar juntos! S2

 

bjo do gordo! Wooooow